O desemprego

ilustração Desemprego

Gastos excessivos, impulso e aquisição daquilo que é dispensável são três motivos que podem levar uma pessoa ao endividamento. Outro problema é o desemprego, que na maioria das vezes chega de forma inesperada, causando uma retração na receita familiar.

O desemprego é uma das situações mais desagradáveis por que uma família pode passar. Apesar da situação difícil, é importante respirar fundo e ter em mente que agora existe a possibilidade de trilhar um novo caminho, melhor do que o deixado para trás. Muitas pessoas acabam encarando a situação como uma oportunidade para abrir o seu próprio negócio.

Contudo, nesse momento é importante:

» Manter a calma e o equilíbrio, pois a situação é temporária.
» Quitar suas dívidas com o valor que recebeu da empresa em que trabalhava, para evitar que o seu nome fique "sujo".
» Reavaliar o seu orçamento, cortando ou reduzindo os gastos ao máximo.
» Não se esquecer de correr atrás do seu seguro desemprego - esse benefício é garantido por lei aos trabalhadores!

É bom que você tenha uma reserva financeira para momentos como esse. Mas se não tiver, comece a guardar dinheiro a partir de já!

Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e SERASA

Motivos para você evitar que seu nome entre nos cadastros do SPC e do Serasa:

» Você não conseguirá mais efetuar compras a prazo.
» Você terá dificuldades para solicitar novos talões de cheque no seu banco.
» Provavelmente seus cheques não serão aceitos em estabelecimentos comerciais que consultam o SPC e Serasa.
» Dificilmente terá liberados novos empréstimos e financiamentos em instituições financeiras.
» Não conseguirá emprego no setor público, mesmo passando em concursos.
» A lei não permite que você trabalhe em instituições financeiras quando possui o nome sujo.
» As outras empresas evitam contratar profissionais nessa condição.
SITE FINAMAX  glifo