Cashback: O que é? Como funciona? Quais são os melhores programas?

cashback: como funciona esse modelo de dinheiro de volta
Share on facebook
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Antes de cashback virar uma palavra conhecida por todo mundo, o brasileiro já estava acostumado a programas de fidelidade a um serviço ou produto. Da revista que entrega selos para serem trocados por um brinde, à companhia aérea que tem um refinado sistema de milhas, todos os dias nos são oferecidas várias vantagens para nos mantermos fiéis a uma determinada marca. E o cashback é a mais recente moda nesse meio.

Quer ver conteúdos em vídeos? Conheça o nosso canal no Youtube

Mas o que é cashback?

Podemos traduzir esse termo em inglês como “dinheiro de volta”. E o cashback faz literalmente o que o nome diz: ele devolve ao cliente parte do dinheiro usado em uma compra. Dependendo do sistema utilizado pela empresa, a pessoa pode utilizar esse crédito em uma compra futura, ou, em alguns casos, até mesmo resgatar o valor e depositá-lo em sua conta bancária. É uma forma diferente, e que estimula a fidelização, de oferecer um desconto para o seu cliente.

O cashback tem origem no varejo online. Hoje, praticamente todas as grandes lojas virtuais possuem um programa de retorno de créditos aos clientes. Há, inclusive, serviços de cashback que integram diferentes lojas. Ou seja: você pode ganhar um crédito por comprar um sapato, e depois usá-lo para adquirir um produto de limpeza. Até mesmo bancos e cartões de crédito entraram na onda. Com tanta variedade, é importante frisar que cada loja ou empresa tem as suas próprias regras na hora de operar o cashback.

Tipos de programas de cashback mais comuns

  1. Administrados por uma  rede de lojas
    Você usa o cashback na compra de outros produtos na mesma loja. Ex.: Magazine Luiza, Ame Digital.
  2. Administrados por um serviço de cashback
    Envolvem diversas lojas, o que permite que você use o crédito em um lugar diferente de onde comprou. Ex.: Méliuz, Beblue.
  3. Administrados por uma empresa de meios de pagamento
    Uma evolução do sistema de pontos de cartão de crédito, é também usado por carteiras virtuais. Ex.: PicPay.

Vantagens

A principal vantagem do cashback, obviamente, é a possibilidade de conseguir um desconto na compra de um produto. E isso é algo entendido como muito vantajoso. Atualmente, muitas campanhas publicitárias do varejo deixam os preços de lado para anunciarem alguma condição diferenciada de cashback. E aqueles que entenderem bem as regras de cada loja, e têm paciência para procurar por boas ofertas, acabam fazendo ótimos negócios.

Desvantagens

A principal desvantagem do cashback é o fato de ele abrir as portas para um consumo desnecessário, ou seja, o estímulo para compras supérfluas, que poderiam ser evitadas. Na ânsia de não perder a vantagem, o cliente acaba adquirindo mais do que precisava. Isso ainda se complica em sistemas de cashback em que o dinheiro só pode ser utilizado em compras futuras. Assim, para desfrutar da vantagem que a loja oferece, o cliente terá que fazer mais uma compra.

Outro ponto importante é conferir se você não está pagando caro por um produto apenas para receber o dinheiro de volta. Realizar uma pesquisa e fazer o cálculo para verificar se realmente é uma oferta vantajosa é fundamental.

Cartão de crédito com cashback

Muitas lojas de varejo estão lançando cartões de crédito atrelados aos seus sistemas de cashback, que substituíram os antigos programas de pontos ou milhagem. Assim, todo gasto pago com o cartão traz como recompensa uma porcentagem do dinheiro das suas compras. Mas embora seja algo atrativo, o cashback não deve ser o fator principal a ser considerado na hora de adquirir um cartão de crédito.

Antes de contratar o serviço, confira informações importantes, como o valor das anuidades, e as taxas de juros. Caso sejam muito altos, esses custos podem anular todo o ganho obtido com o cashback. E não faça um cartão de crédito para ter vantagens em uma única compra! É comum as lojas oferecerem seus cartões justamente no momento do fechamento da compra, oferecendo um desconto diferenciado ou… um cashback melhor!

Cuidado com as tentações

O cashback pode ser algo muito bom para as suas finanças, pois receber um dinheirinho extra é sempre bom! Mas para fazer um bom uso dele, é preciso resistir à tentação de gastar além da conta. O cashback é justamente um gatilho para estimular que você consuma, assim como os cupons nos aplicativos de comida.

No fim, é uma questão de ter bom senso no uso. E lembre-se sempre: o consumismo é um grande inimigo das suas finanças.

Leia também:

Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Posts relacionados

Leia Também

Deixe um comentário

Cookie consentimento

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação, veja a nossa: Política de privacidade.

Abrir chat
Precisa de ajuda?